Teses Médicas do Século XIX

Grande parte das teses médicas relativas ao século XIX aqui divulgadas é resultado das cópias digitais doadas a Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz pela Dra. Diana Maul de Carvalho (Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ), para fins de divulgação. A digitalização das referidas teses contou com o trabalho da equipe da Biblioteca do Centro de Ciências da Saúde (UFRJ), a quem também agradecemos o empenho realizado.

São disponibilizadas 576 teses, defendidas entre 1821 e 1852, a maior parte relativa a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, para obtenção do grau de doutor ou livre docência.

É possível realizar a busca por palavras chaves, permitindo a identificação da tese por autor, por tipo de tese (concursos, doutoramento, etc), ou por assunto específico.

  Planilha com informações sobre as teses médicas do século XIX   

   DVD 1  (1821-1844)

   DVD 2  (1845-1850)

   DVD 3  (1851-1852)

 

A sistematização de informações sobre as teses médicas brasileiras do século XIX aqui apresentada foi realizada pelo Departamento de Pesquisa em História das Ciências e da Saúde (Depes) da COC. Tem como objetivo divulgar dados sobre os referidos teses a fim de favorecer a pesquisa histórica, por meio da busca por palavras chaves relativas ao conhecimento e a personagens da história da medicina no período citado. A historiografia sobre esta temática tem consolidado a importância das teses médicas como documento histórico, tanto como fonte primária para a análise de temas médicos específicos, quanto também como instrumento para a compreensão do próprio processo de institucionalização da medicina no Brasil, por meio dos temas historicamente prevalentes, e dos processos de escrita e sentido dos trabalhos acadêmicos à época, como demonstram por exemplo Abreu (2015).

As referências dos arquivos digitais gentilmente cedidos pela UFRJ, por intermédio da Profª. Diana Maul de Carvalho, foram incluídas na plataforma de dados Zotero e, em seguida, cotejadas com o Catálogo de teses da Faculdade de Medicina da UFRJ, que se encontra disponível na Biblioteca em História das Ciências e da Saúde da COC/Fiocruz. As teses referidas neste catálogo e que não possuem arquivo digital doado pela UFRJ também foram referenciadas na plataforma Zotero, incluindo-se no campo “arquivo” a informação “não encontrado arquivo digital”. O Catálogo, no entanto, não contém nenhuma das teses defendidas no ano de 1849. Duas teses contidas no Catálogo como de 1833, as quais também possuímos o arquivo digital, são de 1835, conforme informações coletadas nas cópias digitais das referidas teses. São elas: Justiniano (1835) e Souza (1835). Devido a comprovação da data correta, estas referências entraram na plataforma Zotero como de 1835.

Todas as informações contidas nas teses e inseridas na plataforma Zotero, obedecem a grafia da época. Quando não foi possível obter informações nos arquivos das teses, os campos de preenchimento foram mantidos em branco. Os dados contidos na plataforma Zotero foram posteriormente migrados para o programa Excel, elaborando-se uma planilha para consulta, aqui disponibilizada e que, futuramente, estará neste segmento da BVS HPCS por meio da base de dados Lildbi. O campo “nota geral” da referida base de dados conterá informações relevantes e breves apresentações sobre os autores contidas nas teses. O campo ano estará preenchido no formato ano/mês/dia.

Equipe:
Dra. Diana Maud de Carvalho (UFRJ)
Equipe da Biblioteca do Centro de Ciências da Saúde (UFRJ )
Maria Rachel Froes da Fonseca (COC/Fiocruz)
Luiz Otávio Ferreira (COC/Fiocruz)
Ana Teresa A. Venancio (COC/Fiocruz)
Victor Lopes (estagiário COC/Fiocruz)

Referência

ABREU, Jean Luiz Neves. As Teses Médicas Mineiras do século XIX: perspectiva de análise de um corpus documental (1836-1897). História Revista: Revista da Faculdade de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Goiás, Goiânia, v. 20, n. 3, p. 24–40, 2015.