Base de Dados História e Loucura

Repositório brasileiro de informações arquivísticas coletivas, voltado para pesquisas históricas em psiquiatria, psicologia, psicanálise, psicoterapias e saúde mental que contemplem nossas instituições por meio de documentos legislativos, administrativos e clínicos, dos gêneros textual, iconográfico, cartográfico, micrográfico, audiovisual e sonoro. A pesquisa na base permite diversos níveis de descrição de fundos e coleções. Acesse aqui.

 

 

Do Hospício de Pedro II ao Hospital Nacional de Alienados

Resumo do Projeto

Equipe

Produção Científica (artigos, livros e capítulos de livros)

Relatório final

Imagens

Base de dados bibliográfica da pesquisa (Zotero)

Base de dados de fontes clínicas e administrativas do Hospício Nacional (Base de Dados Psi)

 

 

Projetos Acadêmicos

Do Hospício de Pedro II ao Hospital Nacional de Alienados: 100 anos de história (1841-1944)

Coordenação: Cristiana Facchinetti

Vídeos relacionados a História dos Saberes Psi

Vídeos em destaque

Camilles, Pierinas e Eunices – Condenadas pela nação

Criação do IPUB sob a ótica de Henrique Roxo

História, loucura e memória: o acervo do hospital psiquiátrico Juliano Moreira

Outros vídeos

History of Philosophy of Psychiatry

Michel Foucault par lui-meme

History of Psychiatry 19th Century

Cesare Lombroso, Left Handedness, and the Criminal Mind

Reflections on the Phenomenological Psychiatry of Karl Jaspers

Heredity in man

Prefrontal Lobotomy in the Treatment of Mental Disorders (GWU, 1942)

Electroconvulsive therapy

 

Acervo Digital de Obras Raras e Especiais da Fiocruz

Criado para preservar e dar acesso ao acervo especial de Obras Raras da Fiocruz, é constituído com um material diversificado e selecionado de acordo com critérios de seleção como raridade e preciosidade. Entre as obras mais antigas do acervo, encontra-se o primeiro tratado sobre História Natural do Brasil, denominado Historia Naturalis Brasiliae (1648), e a tese de doutorado de Oswaldo Cruz.

Consulte as obras raras da Fiocruz

Twitter

Facebook

Créditos

Coordenação geral:
Carlos Henrique Assunção Paiva (COC/Fiocruz)

Coordenação executiva:
Marcus Vinícius Pereira da Silva (COC/Fiocruz)

Comitê Consultivo:
Ana Teresa Acatauassú Venancio (COC/Fiocruz)
Cristiana Facchinetti (COC/Fiocruz)
Dilene Raimundo do Nascimento (COC/Fiocruz)
Luiz Antonio Teixeira (COC/Fiocruz)
Luiz Otávio Ferreira (COC/Fiocruz)
Maria Rachel de Gomensoro Fróes da Fonseca (COC/Fiocruz)
Renato da Gama-Rosa Costa (COC/Fiocruz)

Desenvolvimento de Tecnologia da Informação:
Moacir Moda

Apoio:
Carolina Sacramento (COC/Fiocruz)
Claudia Souza e Silva (COC/Fiocruz)

 

Acervo arquivístico da Casa de Oswaldo Cruz

O que é

A Biblioteca Virtual em Saúde – História e Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde (BVS HPCS), que teve seu Portal lançado em setembro de 2008, na ocasião da 5ª reunião de Coordenação Regional de Biblioteca Virtual em Saúde realizada no 8º Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde (CRICS 8), constitui um dos segmentos temáticos integrantes da Biblioteca Virtual em Saúde para América Latina e Caribe, iniciativa coordenada pelo Centro Latino Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme).

A BVS HPCS se define como uma instância de convergência para a promoção, organização e realização da cooperação técnica entre as instituições relacionadas com a história e o patrimônio cultural das ciências e da saúde. Seu modelo se baseia na gestão compartilhada de fontes e fluxos de informação e conhecimento tratados como bens públicos e operados em rede na Web, com acesso aberto e universal. Tem por objetivo aumentar a visibilidade e os usos sociais do conhecimento científico, técnico e factual sobre a história e patrimônio cultural das ciências e da  saúde, contribuindo para a sua inserção nas políticas de saúde e para o desenvolvimento eficaz e equitativo dos sistemas nacionais de saúde.

Em 2018, a BVS HPCS foi reformulada e a organização e gestão passou a ser orientada por eixos temáticos coordenados por diferentes pesquisadores do campo da história e patrimônio cultural das ciências e da saúde. Os coordenadores de eixos tem como função promover a análise, seleção e validação das fontes de informação desta BVS, garantindo assim a qualidade da informação.